Poder Judiciário/Mídias/Notícias

Saúde no Judiciário alerta sobre importância da vacinação

10/06/2024
Ascom/TJMA

A campanha Saúde no Judiciário aborda os avanços no desenvolvimento de vacinas que podem impactar na longevidade, como forma de prevenção primária de doenças, ou seja, estratégias que buscam atuar limitando a incidência de doenças transmissíveis na população. 

A Coordenadoria de Serviços Médicos do TJMA alerta que, para o público com mais de 50 anos, também existe benefício reconhecido, indicações que se estendem para pessoas com mais de 90 anos. “Apesar de ser desafiador o desenvolvimento das vacinas à medida que se envelhece, pois o processo de imunossenescência, aquele que leva às mudanças nas respostas das células imunológicas, resulta em menor capacidade de defesa tanto contra os processos infecciosos quanto à eficácia da vacinação, grandes avanços na vacinologia e imunologia têm alterado positivamente trazendo produtos com boas respostas e ampliação de proteção”, pontua.

HERPES ZOSTER

O texto alerta que a vacina para Herpes Zoster previne contra a própria doença, e também contra suas complicações, especialmente a neuralgia pós-herpética (NPH). É indicada para pessoas com 50 anos de idade, bem como para aqueles imunocomprometidos ou pessoas com risco aumentado para herpes-zóster a partir de 18 anos. “O Herpes-Zoster, também conhecido como ‘”cobreiro” ou “fogo selvagem”, que se origina da reativação da varicela, especialmente em pessoas com mais de 60 anos, pode ter como sequela a neuralgia pós-herpética, um quadro de dor neuropática (choque, dormência, queimação etc) persistente por mais de três meses após a resolução das lesões de pele observadas na doença e que reduz fortemente a qualidade de vida do indivíduo”, aponta.

INFLUENZA

A Coordenadoria de Serviços Médicos do TJMA aponta outra vacina já conhecida e com benefícios já bem estabelecidos - a vacina contra Influenza. “Sabe-se que a idade avançada é um dos principais fatores de risco para formas graves e complicações pela doença, como as pneumonias bacterianas secundárias. No Brasil, cerca de 70-80% das mortes relacionadas à influenza ocorrem entre idosos”, observa o setor médico.

A vacinação anual é a medida mais eficaz para prevenção da influenza, sendo uma importante estratégia de saúde pública. Idosos fazem parte do grupo de prioridade para receber a vacina por apresentarem maior risco de desenvolver formas graves e complicações da influenza. “A vacinação é uma ferramenta necessária para a promoção da saúde no cenário do envelhecimento. Após um episódio de influenza, pneumonia pneumocócica ou herpes zoster o risco de sofrer um Acidente Vascular Encefálico (AVE) ou um Infarto Agudo do Miocárdio (IAM) aumenta substancialmente por algumas semanas. Então os benefícios são ainda mais amplos como estratégia na promoção do envelhecimento ativo e saudável”, alerta.

DESCONTO PARA SERVIDORES(AS) E MAGISTRADOS(AS)

A Alergocenter, empresa parceira do Clube de Descontos do TJMA,  lançou campanha de incentivo à vacinação para magistrados e servidores com mais de 50 anos, garantindo um desconto de R$100,00 (cem reais) na compra das duas doses da vacina contra Herpes-Zoster.

Agência TJMA de Notícias

asscom@tjma.jus.br

(98) 2055-2023

GALERIA DE FOTOS