Servidores e servidoras do Fórum de São Luís usam bicicleta para irem ao trabalho

SAÚDE
01/09/2021
Valquíria Santana

Um grupo de servidores e servidoras do Fórum Des. Sarney Costa (Calhau) está utilizando a bicicleta como meio de transporte para irem ao trabalho. Morando em bairros diferentes, eles vão se encontrando ao longo do percurso e chegam ao Fórum juntos, 30 minutos antes do expediente que começa às 8h. Alguns pedalam até 16 km para chegar ao serviço.

Para melhorar a estrutura e oferecer comodidade aos servidores, a diretoria do Fórum de São Luís construiu um bicicletário no estacionamento interno e está realizando melhorias nos vestiários. O coordenador administrativo do órgão, Carlos Izoni de Carvalho, disse que na construção foram usados materiais reutilizáveis, seguindo também o manual técnico para instalação de estacionamento de bicicletas, criado pela União de Ciclistas do Brasil (UCB). O local conta com sinalização e rampa de acesso. Ele informou que será criado também um bicicletário para o público externo.

Servidores e servidoras integram-se ao grupo durante o percurso para o Fórum

A servidora Rosanne Mouzinho, uma das articuladoras do “Pedal das Minas São Luís”, grupo de mulheres que se apoiam para pedalar na cidade, também usa a bicicleta para ir ao trabalho. “Como meio de transporte me possibilita maior independência porque não preciso ficar dependendo do transporte público; é bom para a saúde, pois pedalar já é uma atividade física; e economicamente é mais barato e viável do que se locomover de carro”, garante.

Para o juiz auxiliar Francisco Ferreira, que costuma usar a bicicleta para ir ao trabalho no Fórum, o principal benefício é a saúde do usuário, “afinal, pedalar é um excelente exercício físico. Além disso, quem pedala ajuda a melhorar o trânsito na cidade, a qual está cada vez mais cheia de carros e motos”, afirmou o magistrado. Ele lembrou, ainda, que a bicicleta não provoca poluição atmosférica ou poluição sonora “e tem a vantagem de ser uma forma de transporte bastante econômico em meio aos preços exorbitantes do combustível em nossa cidade”, acrescentou.

Juiz auxiliar Francisco Ferreira utiliza a bicicleta como meio de transporte para o trabalho

Alguns servidores se deslocam para o trabalho de bicicleta todos os dias, como é o caso do funcionário do setor de informática, Caio Lucas Batista, que percorre em média 20km (ida e volta). Também usa a bicicleta como meio de transporte para o trabalho diariamente o supervisor de Segurança do Fórum, capitão Rodrigo Serra.

A rotina dos ciclistas começa bem cedo. Às 6h30 saem de casa pedalando aqueles que moram nos bairros mais distantes e os demais vão se integrando ao grupo durante o trajeto. Uma das incentivadoras, no Fórum de São Luís, da iniciativa “de bike ao trabalho”, a relações públicas Priscilla da Costa, explica que começou a se deslocar para o serviço de forma solitária e foi agregando mais colegas ao grupo. Hoje são em média 10 servidores e servidoras que fazem o percurso de suas residências até o Fórum, de segunda a sexta-feira. Eles chegam por volta das 7h30, estacionam suas bicicletas, tomam banho, trocam de roupa e às 8h já estão nos seus respectivos setores trabalhando.

“Sempre me abordam perguntando sobre a estrutura no local para trocar de roupa, distância e tempo gastos pedalando até o Fórum e qual o percurso. Muitos dizem que gostariam de aderir a essa prática, mas têm medo de se deslocar no trânsito”, acrescentou Priscilla Costa. Para ela, que é chamada de “bikeanjo” por já ter mais tempo e experiência no pedal, a segurança em andar sobre duas rodas vai sendo adquirida com o tempo, com o incentivo e o apoio que o ciclista iniciante recebe dos demais colegas. “Tomamos todos os cuidados e damos suporte uns aos outros”, garantiu.

Núcleo de Comunicação do Fórum Des. Sarney Costa

GALERIA DE FOTOS