TJMA inicia Projeto de Modernização da Gestão Administrativa

30/04/2021
Juliana Mendes

Com foco em eficiência e resultados, o Tribunal de Justiça do Maranhão vai executar um amplo projeto de modernização e aprimoramento da gestão administrativa e financeira no âmbito do Judiciário maranhense, com a duração de oito meses entre as fases de planejamento, captura, controle e apresentação de resultados. A reunião online de início e apresentação do projeto - Kick Off – foi realizada nesta quinta-feira (29), com a participação do presidente do TJMA e do corregedor-geral da Justiça, desembargadores Lourival Serejo e Paulo Vélten; do juiz coordenador da Assessoria de Gestão Estratégica e Modernização do TJMA, Angelo Santos; dos diretores e diretoras do TJMA; e dos representantes do Grupo Falconi – empresa especializada em gestão administrativa, contratada para prestar consultoria técnica ao TJMA para execução do projeto, intitulado “Modernização da gestão administrativa com foco em eficiência e resultados”.

O projeto de modernização é dividido em três partes, contemplando inicialmente a definição das prioridades do Tribunal, por meio da revisão do Planejamento Estratégico para o período de 2021-2026, em conformidade com os macrodesafios e indicadores dispostos na Resolução Nº 325/2020 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), com prazo de conclusão para o mês de junho de 2021, promovendo o alinhamento das estratégias e projetos prioritários da atual gestão aos objetivos do mapa estratégico.

A segunda parte contempla a modernização da gestão administrativa com foco em eficiência e resultados, prevendo a geração de recursos para viabilizar as melhorias planejadas através da eficientização da arrecadação e de seus processos, bem como otimização das despesas das Diretorias e Comarcas, com ações de melhoria nas estruturas de trabalho, sistemas, pessoas e processos que alavanquem os principais resultados e possibilitem maior investimento.

A terceira parte do projeto vai atuar por meio da implementação da Gestão de Risco e Compliance, para prevenção do desvio de conduta e aperfeiçoamento dos mecanismos de controle, com o fim de mitigar os riscos institucionais e operacionais do Poder Judiciário.

Durante o Kick Off, o presidente do TJMA, desembargador Lourival Serejo, avaliou que o Projeto de Modernização pretende promover ampla transformação na gestão administrativa do Poder Judiciário maranhense durante sua gestão à frente da Corte, marcada pelas limitações causadas pela pandemia do novo Coronavírus. “O projeto representa uma grande oportunidade para a instituição, com a geração de novos conhecimentos e novos modelos de governança e gestão”, observou.

O corregedor-geral da Justiça, desembargador Paulo Vélten, disse que a iniciativa empresta expertise e experiência ao Judiciário, conforme tem se observado de modo geral em vários tribunais, a exemplo do STJ. “Não temos dúvidas que a Falconi vai trabalhar para aperfeiçoar a nossa administração e avançar com resolutividade, dando cabo a solução para nossos problemas com novas ferramentas de gestão”, avaliou.

Para o juiz Ângelo Santos, a Consultoria Falconi inicia os trabalhos no TJMA em momento oportuno, na fase de construção da sua estratégia para os próximos seis anos, sendo a oportunidade de conduzir a instituição para uma evolução exponencial por meio da modernização administrativa, inovação e uso da tecnologia com reflexo na qualidade e efetividade da prestação jurisdicional. “A AGEM acompanhará a consultoria Falconi e atuará de forma efetiva para garantir o cumprimento de todas as etapas propostas no projeto”, informou.

FRENTES DE TRABALHO

Durante a reunião, o Grupo Falconi apresentou a contextualização, objetivos e benefícios do projeto, entregas e etapas do trabalho durante os oito meses de consultoria. 

Como objetivos específicos esperados para o projeto estão a correlação entre os objetivos estratégicos atuais e as metas de gestão do biênio 2021/2022 que direcionarão a organização para resultados de curto médio e longo prazo para o período de 2021 a 2026;  qualificação do gasto público; redução da evasão de receitas; implementação da gestão de risco e Compliance; implementação sistemas de controle de despesas desdobrados nos principais processos de trabalho do TJ; capacitação da equipe do Tribunal para dar continuidade a esse trabalho; e valorização dos servidores por meio de uma gestão moderna. “Em relação à gestão financeira do TJMA, o projeto prevê uma meta de mais de R$ 41 milhões ao ano, por meio da otimização das despesas e aumento das receitas”, informou.

O consultor Lucas Carrera Matos apresentou todas as etapas específicas de desenvolvimento do projeto por meio da consultoria, que prevê quatro frentes de trabalho. A primeira é a Revisão da Estratégia para o período de 2021-2026, que acontece nos meses de maio e junho, com o diagnóstico estratégico, alinhamento das iniciativas estratégicas, mapa estratégico e projetos prioritários. A segunda frente é a Gestão Financeira das despesas e receitas, que será desenvolvida de maio a agosto, envolvendo levantamentos, definição e negociação de metas e elaboração de planos de ação, entre outras.

A terceira frente – Gestão de Risco e Compliance - será executada de setembro a novembro deste ano, contemplando o mapeamento e classificação de riscos, definição de normativos, definição de escopo e manual de compliance. A quarta frente – Controle e Captura dos Resultados – é desenvolvida junto às demais no período de maio a dezembro, com o acompanhamento sistemático da governança do projeto em níveis e da implementação dos planos estabelecidos nas demais frentes de trabalho, contemplando reuniões, controle de metas e ações, identificação dos melhores resultados e disseminação de boas práticas. A sistemática de governança se estabelecerá em três níveis de gestão – Comitê Deliberativo, Comitê Executivo e Frentes de Trabalho.

O consultor Bayard Loureiro ressaltou como fatores críticos de sucesso do projeto a importância de um trabalho integrado entre a consultoria, a Alta Administração do TJMA e as equipes da instituição, destacando o papel da Comunicação institucional como forma de engajar e mobilizar o Tribunal. “Além da transferência de conhecimento gerencial, é essencial que o projeto seja conduzido por pessoas com conhecimento do negócio, além de um forte acompanhamento da Liderança”, frisou.

CONSULTORIA

Segundo apresentado pelo consultor e gerente de projetos José Flausino Faria, o Grupo Falconi é uma empresa líder em consultoria de gestão, atuando no Brasil e em outros países, ajudando organizações a alcançar excelentes resultados e impactar positivamente a sociedade, implementando sistemas focados em pessoas, tecnologias e inovação e que já atuou junto a diversos tribunais do país, a exemplo do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Supremo Tribunal Federal (STF) e Superior Tribunal de Justiça (STJ). “Com mais de 600 consultores, 300 parceiros e mais de seis mil projetos concluídos, obtendo 92% de taxa de sucesso nos projetos”, informou.

Também participaram do Kick Off os consultores Ricardo Ribas, Rafael Coutinho, Priscila Silva e Mauro Eustáquio, todos da equipe do Grupo Falconi.

Agência de Notícias do TJMA

asscom@tjma.jus.br

GALERIA DE FOTOS