Novos estagiários e residentes jurídicos iniciam atividades no TJMA

26/04/2021
Ascom TJMA

Mais de 200 estagiários e residentes jurídicos convocados após aprovação no seletivo para estágio remunerado no Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) iniciaram, nesta segunda-feira (26), as atividades para as quais foram selecionados, em diversas unidades da Justiça de 1º e 2º graus, nos polos judiciais de São Luís e Imperatriz.

Participaram da reunião 128 estagiários da área do Direito, 41 das áreas de Arquitetura e Urbanismo, Biblioteconomia, Ciências Contábeis, Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Relações Públicas, Engenharia Ambiental, Engenharia Civil, História, Informática, Pedagogia, Psicologia e Serviço Social, além de outros 45 estudantes com pós-graduação em Direito, selecionados para a residência jurídica.

Os convocados foram recepcionados pelos desembargadores Lourival Serejo (presidente do Tribunal de Justiça), Paulo Velten Pereira (corregedor-geral da Justiça) e José Jorge Figueiredo dos Anjos (diretor da Escola Superior da Magistratura - ESMAM), numa videoconferência que reuniu também a diretora de Recursos Humanos do TJMA, Daniele Mesquita; o juiz auxiliar da Corregedoria Geral de Justiça, Nilo Ribeiro Filho; e o assessor-chefe de Comunicação, Antonio Carlos Oliveira.

OPORTUNIDADE

“É a primeira vez que o Tribunal de Justiça realiza um seletivo para estágio dessa envergadura. Inauguramos uma nova fase na Justiça Estadual e é grande a expectativa com a convocação dos estagiários e residentes. Esperamos que, apesar do contexto de distanciamento social, com adoção do teletrabalho, todos possam se adaptar bem. Em breve, poderão aferir as vantagens e responsabilidades que terão diante dessa grande oportunidade de aprendizagem e aperfeiçoamento profissional”, disse o presidente do TJMA.

O corregedor-geral reconheceu o papel fundamental da ESMAM e Diretoria de Recursos Humanos realização do seletivo, deu boas-vindas aos convocados e estimulou-os a prosseguirem com muita dedicação e estudos e capacitação contínua. “É importante ler a doutrina todos os dias, se especializar na área em que vão atuar, conhecer os precedentes das cortes superiores. Prestigiem a dúvida, é matéria-prima para o crescimento e para a elaboração de uma boa decisão”, finalizou.

Ambos os magistrados partilharam experiências de suas trajetórias, desde o estágio no meio jurídico como acadêmicos da Universidade Federal do Maranhão; forneceram orientações quanto ao vestuário adequado ao trabalho, regras de apresentação e relações humanas e outros temas inerentes ao meio jurídico.

AMBIENTAÇÃO

Antes de iniciarem as atividades para as quais foram selecionados, os aprovados participaram do período de ambientação funcional – primeira fase para o acesso, integração e conhecimento das áreas de atuação do Judiciário e seus gestores. As atividades são desenvolvidas na plataforma de educação a distância da Escola Superior da Magistratura do Maranhão (ESMAM), responsável por promover a ambientação funcional e integração dos servidores e outros colaboradores do TJMA.

No ambiente de aprendizagem, o desembargador José Jorge Figueiredo dos Anjos, diretor da ESMAM, por meio de mensagem, deu as boas-vindas aos estagiários e estagiárias, estimulando-os a acompanharem cada conteúdo do curso autoinstrucional e recursos audiovisuais disponíveis para facilitar o entendimento da estrutura e funcionamento da instituição.

“Esperamos que, muito em breve, possamos recebê-los para cursos presenciais e, desse modo, colaborar com o crescimento pessoal e profissional de todos que fazem parte do Poder Judiciário. Desejamos que tenham, ao longo dessa experiência, excelentes experiências de aprendizados e contribuições à sociedade maranhense, disse o magistrado.

APRESENTAÇÃO

Por meio de vídeos, os estagiários têm o primeiro contato com o presidente da Corte Judicial, corregedor-geral de Justiça e desembargadores. Em outros blocos, são apresentados conteúdos sobre a Organização Judiciária e o funcionamento e atribuições das áreas de Assessoria de Comunicação, Controle Interno, Planejamento Estratégico, Processos Administrativos Disciplinares, Sindicâncias, Comissão Gestora do PLS, Diretorias Geral,  Judiciária, Financeira, Fundo Estadual de Reaparelhamento do Judiciário (FERJ), Segurança Institucional, Administrativa e Recursos Humanos.

Após o “tour” pelas áreas do Tribunal de Justiça, para fins de certificação, ao final do curso, os participantes deverão responder a uma atividade dissertativa, onde farão um registro reflexivo sobre os conteúdos, apresentando dúvidas e outros depoimentos.

 

GALERIA DE FOTOS