Portal do Poder Judiciário do Estado do Maranhão

BG Comunicados
Busca ▼
Arte - Eduardo Sales

Arte - Eduardo Sales

CONVIVENDO COM O DISTANCIAMENTO | Psicóloga do TJMA finaliza sequência sobre estresse

08
ABR
2020

07:59

A série sobre saúde mental, produzida pelo Tribunal de Justiça do Maranhão, por meio da Coordenadoria de Serviço Médico, Odontológico e Psicossocial da Diretoria de Recursos Humanos, chega ao seu sexto vídeo, o quarto sobre estresse, que finaliza a sequência que aborda esse tema, no momento em que o mundo enfrenta uma pandemia provocada pelo novo coronavírus, causador da doença covid-19.

Nesta nova edição, a psicóloga Ingrid Rodrigues encerra a sua abordagem sobre estresse, baseada na leitura do texto “Criando Stress com o Pensamento”, de Adriana Batista de Alcino, que relata sua interpretação sobre a Teoria Racional Emotiva.

A psicóloga do TJMA adianta que, para que se conheça um pouco sobre as crenças que provocam pensamentos estressantes, ela vai, ao longo dos próximos vídeos, compartilhar algumas crenças e discuti-las.

“Aqui, o objetivo do vídeo não é gerar culpa, mas de a gente se perguntar como a gente pode estar se apropriando de uma situação, cuja dimensão a gente não tem condições de dominar”, explica Ingrid Rodrigues.

A proposta da série de vídeos é uma maneira de apoiar, orientar e prevenir as pessoas, sejam elas servidores e magistrados do TJMA - ou o público em geral - neste momento de distanciamento social.

Assista ao sexto vídeo da série, o quarto e último da sequência sobre estresse.

VÍDEOS ANTERIORES – O primeiro vídeo, sobre como lidar com a ansiedade, pode ser acessado aqui. O segundo, sobre como manter-se produtivo durante o isolamento social, pode ser assistido aqui. O terceiro, sobre como lidar com o estresse, está aqui. O quarto, sobre como a interpretação pode gerar estresse, você assiste aqui. E o quinto, sobre a Teoria Racional Emotiva, está aqui.

Comunicação Social do TJMA
asscom@tjma.jus.br
(98) 3198.4370
 

Para acompanhar as notícias do Poder Judiciário, siga o nosso Twitter e curta nossa página no Facebook.

aspas É permitida a reprodução do conteúdo publicado neste espaço, desde que citada a fonte.aspas2