Portal do Poder Judiciário do Estado do Maranhão

BG Comunicados
Busca ▼
Joaquim Figueiredo enfatizou a importância de combater o preconceito e conscientizar sobre o câncer de próstata. (FOTO: Ribamar Pinheiro)

Joaquim Figueiredo enfatizou a importância de combater o preconceito e conscientizar sobre o câncer de próstata. (FOTO: Ribamar Pinheiro)

NOVEMBRO AZUL | Desembargador Joaquim Figueiredo abre evento sobre “Prevenção do Câncer de Próstata”

19
NOV
2019

12:33

O presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, desembargador Joaquim Figueiredo, abriu, nesta terça-feira (19), evento promovido pela Divisão Médica do TJMA, em alusão ao ‘Novembro Azul’ – campanha mundial de conscientização para prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata.

O desembargador Joaquim Figueiredo enfatizou a importância de combater o preconceito e tratar do câncer de próstata nos ambientes de convívio, com familiares e amigos. “É importantíssima a conscientização sobre a prevenção do câncer de próstata, sem machismo. Quando agimos de forma preventiva possibilitamos uma saúde prolongada”, frisou.

Ele afirmou que “a cada 38 minutos, morre um homem de câncer de próstata e que o trabalho de conscientização desenvolvido pelo Poder Judiciário é estendido a todos, inclusive para os nossos pais, nossos irmãos, nossos amigos, nossa família biológica e para toda a família judiciária maranhense”.

O presidente do TJMA incentivou os servidores a cuidar da saúde com atividades físicas e outras práticas saudáveis. “Cuidar do corpo e praticar esporte não é vaidade, mas sim uma questão de prevenção e saúde pública. Frequentar uma academia, ir ao médico, fazer exames periodicamente são procedimentos imprescindíveis para a saúde do homem”, pontuou.

No evento – realizado no Centro Administrativo do Poder Judiciário – as servidoras e coaches Isabel Aquino e Norma Diniz falaram sobre saúde emocional. Em seguida, a médica urologista Amanda Jordão discorreu sobre a prevenção do câncer de próstata, tipo mais comum entre os homens e causa de morte de 28,6% da população masculina que desenvolve neoplasias malignas.

Na ocasião, a coordenadora da Divisão Médica do TJMA, Keila Lígia de Melo, agradeceu a presença do desembargador Joaquim Figueiredo e dos servidores e falou do trabalho desenvolvido pelo TJMA na promoção de palestras sobre prevenção de doenças. “A Divisão Médica está mais uma vez promovendo palestra de prevenção do câncer de próstata e detectação precoce para seja feito o tratamento adequado”, disse.

PESQUISAS

De acordo com dados do Ministério da Saúde, o câncer de próstata é o mais frequente entre os homens, depois do câncer de pele. Embora seja uma doença comum, por medo ou por desconhecimento muitos homens preferem não conversar sobre esse assunto.

As estimativas apontam 68.220 novos casos em 2018. Esses valores correspondem a um risco estimado de 66,12 casos novos a cada 100 mil homens, além de ser a segunda causa de morte por câncer em homens no Brasil, com mais de 14 mil óbitos. Na presença de sinais e sintomas, recomenda-se a realização de exames.

O Novembro Azul teve origem em 2003, na Austrália, com o objetivo de chamar a atenção para a prevenção e o diagnóstico precoce de doenças que atingem a população masculina. No Brasil, o Novembro Azul foi criado pelo Instituto Lado a Lado pela Vida, com o intuito de promover uma mudança de paradigmas em relação à ida do homem ao serviço de saúde.

 

Danielle Limeira
Comunicação Social do TJMA
asscom@tjma.jus.br
(98) 3198.4370 

Para acompanhar as notícias do Poder Judiciário, siga o nosso Twitter e curta nossa página no Facebook.

aspas É permitida a reprodução do conteúdo publicado neste espaço, desde que citada a fonte.aspas2