Portal do Poder Judiciário do Estado do Maranhão

BG Comunicados
Busca ▼

JUSTIÇA ELETRÔNICA NA TV | Uso de novas tecnologias aumenta eficácia e celeridade do Judiciário do Maranhão

10
SET
2019

08:23

O uso da tecnologia para dar mais eficácia e celeridade ao Judiciário do Maranhão vai ser abordado no Justiça Cidadã de sábado (14), ao meio-dia, na TV Assembleia (Digital, Canal 51.2 – TVN, Canal 17). O programa é apresentado por Heider Lucena e Amanda Campos, que vão entrevistar o diretor de Informática do Tribunal de Justiça, Paulo Rocha Neto.

O diretor de TI do TJMA vai explicar como é possível realizar sessões virtuais sem a presença dos julgadores no local da sessão. Vai falar sobre a nova realidade, que permite a um advogado fazer sustentação oral de qualquer parte do mundo, e sobre a conquista do Judiciário maranhense, que levou o Processo Judicial Eletrônico (PJe) a 100% das comarcas.

O programa Justiça Cidadã é reapresentando em horários alternativos, às 10h de domingo, às 21h de segunda e de quarta e às 16h de quinta, na TV Assembleia.

O PROGRAMA – O “Justiça Cidadã” é produzido por profissionais das assessorias de Comunicação do Tribunal de Justiça e da Corregedoria Geral da Justiça, com informações de todos os órgãos do Judiciário estadual, a exemplo da Escola Superior da Magistratura do Maranhão (Esmam), em parceria com toda a equipe da TV Assembleia. Os editores-chefes são os jornalistas Antônio Carlos de Oliveira e Juliana Mendes, também roteirista juntamente ao editor de texto do programa, jornalista Paulo Lafene.

A cada edição semanal, novos entrevistados dão informações e tiram dúvidas sobre áreas específicas de atuação do Judiciário maranhense. O público pode colaborar com perguntas e informações pelo Whatsapp do programa, (98) 98880-4461, ou pelo Telejudiciário, 0800-707-1581.

Comunicação Social do TJMA
asscom@tjma.jus.br
(98) 3198.4370

Para acompanhar as notícias do Poder Judiciário, siga o nosso Twitter e curta nossa página no Facebook.

aspas É permitida a reprodução do conteúdo publicado neste espaço, desde que citada a fonte.aspas2