Portal do Poder Judiciário do Estado do Maranhão

BG Comunicados
Busca ▼
A renovação do Termo de Cooperação foi realizada no Gabinete da Presidência. Foto: Ribamar Pinheiro/ Asscom TJMA

A renovação do Termo de Cooperação foi realizada no Gabinete da Presidência. Foto: Ribamar Pinheiro/ Asscom TJMA

SOCIOAMBIENTAL | TJMA renova contrato com cooperativa de reciclagem

15
ABR
2019

12:08

Foi assinada na sexta-feira (12), pelo presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), desembargador Joaquim Figueiredo, a renovação do Termo de Cooperação Técnica celebrado entre o Tribunal de Justiça do Maranhão e a Cooperativa de Reciclagem de São Luís (COOPRESL).

O presidente do TJMA, desembargador Joaquim Figueiredo, disse que a cooperativa muito tem contribuído, tanto para a conservação do meio ambiente, quanto para a geração de renda voltada às pessoas vulneráveis.

A presidente da Cooperativa, Maria José Castro, agradeceu a participação do Núcleo Socioambiental do TJMA, que tem ajudado bastante a cooperativa. “Hoje temos o apoio de todas as instituições que compõem a Ecoliga. Estávamos num estado de vulnerabilidade quando fomos alcançados pela Ecoliga. A Cooperativa gira em torno da economia solidária”, explicou.

O presidente da Comissão Gestora do Plano de Logística Sustentável do TJMA, desembargador Jorge Rachid, aproveitou a oportunidade para elogiar o trabalho realizado na Comarca de Itapecuru Mirim, através do projeto Teias de Sustentabilidade. “Essa iniciativa fortalece e amplia a política de sustentabilidade adotada pelo Judiciário maranhense”, conclui. 

A juíza Mirella Cézar Freitas agradeceu todo o apoio recebido nas ações desenvolvidas pelo projeto idealizado pela 2ª Vara Judicial de Itapecuru Mirim.

PARCERIA

O Termo de Cooperação visa à prestação de serviços de coleta de resíduos de TJMA, com destinação ambientalmente adequada, tendo vigência de cinco anos.

Entre os resíduos recicláveis descartados estão aqueles passíveis de retorno ao seu ciclo produtivo, conforme a Política Nacional de Resíduos Sólidos, Lei 12.305/10, Decreto nº 5.940/06, além da Resolução nº 201, de 3 de março de 2015, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Serão objeto de doação os resíduos sólidos, papel, papelão, ferro, plástico, pet e metais.

A Coleta Solidária do TJMA iniciou em março de 2016 e, até março de 2019, já foram destinadas 53 toneladas de resíduos sólidos para a cooperativa, contribuindo para a melhoria da geração de renda dos catadores, que deixaram de ser descartados no “lixo comum” da Prefeitura de São Luís.

A solenidade contou com a presença da promotora de Justiça de Itapecuru Mirim, Carla Mendes Pereira Alencar, e do deputado estadual Yglésio Moyses.


Orquídea Santos
Comunicação Social do TJMA
asscom@tjma.jus.br
(98) 3198-4300

 

Para acompanhar as notícias do Poder Judiciário, siga o nosso Twitter e curta nossa página no Facebook.

aspas É permitida a reprodução do conteúdo publicado neste espaço, desde que citada a fonte.aspas2