Portal do Poder Judiciário do Estado do Maranhão

BG Comunicados
Busca ▼
O presidente do TJMA disse que a violência e a barbáriejamais devem prevalecer no regime democrático

O presidente do TJMA disse que a violência e a barbáriejamais devem prevalecer no regime democrático

Presidente do TJMA repudia atentado contra Jair Bolsonaro

06
SET
2018

20:47

O presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, desembargador Joaquim Figueiredo, divulgou nota oficial repudiando o atentado sofrido pelo candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro, nesta quinta-feira, na cidade de Juiz de Fora, em Minas Gerais.

O desembargador Joaquim Figueiredo afirmou que a democracia não comporta violência deplorável e manifestou veemente repúdio à inaceitável agressão perpetrada contra o candidato.

“Tal violência é reprovável em todos os sentidos e constitui-se grave ameaça ao Estado Democrático de Direito", afirmou o presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, pregando um ambiente saudável de respeito e serenidade dos militantes políticos no processo político-eleitoral.

O desembargador Joaquim Figueiredo concluiu a nota enfatizando que a violência, a barbárie e qualquer ação de ódio jamais devem prevalecer no regime democrático.

 

Desembargador José Joaquim Figueiredo dos Anjos

Presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão

Para acompanhar as notícias do Poder Judiciário, siga o nosso Twitter e curta nossa página no Facebook.

aspas É permitida a reprodução do conteúdo publicado neste espaço, desde que citada a fonte.aspas2