Portal do Poder Judiciário do Estado do Maranhão

BG Comunicados
Busca ▼

AUDIÊNCIA PÚBLICA | Judiciário ouve população de São José de Ribamar

12
JUN
2018

11:27

A Ouvidoria do Poder Judiciário realizou a segunda audiência pública de 2018, em São José de Ribamar (a 35 km de São Luís), no dia 5 de junho. No Salão Paroquial do Santuário, cerca de 100 pessoas compareceram à audiência, que teve como objetivo promover uma maior aproximação entre a sociedade e o Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA).

A audiência pública foi conduzida pelo ouvidor-geral, desembargador José Luiz Almeida, que iniciou falando sobre os objetivos da Ouvidoria e de sua importância como um canal direto de comunicação com a sociedade ao receber sugestões e reclamações acerca de questões pertinentes à Justiça estadual.

“Esta é a segunda audiência do ano de 2018 e estamos preparados para ouvir o cidadão, conhecer melhor a realidade e levar as necessidades ao Tribunal de Justiça, afinal viemos para ouvir a população e buscar alternativas”, anunciou.

O evento teve a participação dos juízes auxiliares da Presidência do Tribunal e da Corregedoria Geral da Justiça, Cristiano Simas e Marcelo Libério, respectivamente. Também dos juízes Márcio José do Carmos Matos Costa (diretor do Fórum de S. J. de Ribamar); Celso Orlando Aranha Pinheiro Júnior (1ª Vara Cível); Ticiany Gedeon Maciel Palácio (2ª Vara Cível); Teresa Cristina de Carvalho Pereira Mendes (1ª Vara Criminal) e Marcelo José Amado Libério (Juizado Especial). E ainda da promotora de Justiça, Bianca Sekeff Salém Rocha e do defensor público, Éviton Marques da Rocha.

MANIFESTAÇÕES – Entre as diversas solicitações durante a audiência pública, participantes destacaram a necessidade de instalação de uma segunda vara judicial, em razão da crescente demanda processual. Também foram citadas a demora no julgamento de processos e problemas estruturais na cidade, que apresenta empecilhos na acessibilidade de pessoas com deficiências físicas.

O desembargador José Luiz Almeida informou que as demandas serão encaminhadas aos órgãos competentes.

No âmbito do Judiciário, as reivindicações serão repassadas ao Tribunal de Justiça e Corregedoria Geral da Justiça. As demandas referentes a outras instituições serão direcionadas para os órgãos competentes para que possam adotar medidas a fim de solucionar os problemas. “É importante darmos soluções para os questionamentos que batem à porta da Justiça”, enfatizou o ouvidor-geral do TJMA.
A líder comunitária, Maria José Silva, parabenizou a atuação da Ouvidoria.

“Essa postura só traz benefícios à comunidade, que é carente de informação e de acesso à justiça. O desembargador disse e eu acredito que a população pode buscar o Judiciário, que está aberto à comunidade”, avaliou.

ATENDIMENTO – A Ouvidoria funciona no Fórum de São Luís, no Calhau (piso térreo). O órgão pode ser acionado pelo telefone 0800 707 1581 (Telejudiciário); por formulário eletrônico, disponível no site www.tjma.jus.br; e-mail (ouvidoria@tjma.jus.br); “Fale Conosco” da Corregedoria e da Presidência; ou presencialmente.

Assessoria de Comunicação do TJMA

asscom@tjma.jus.br

(98) 3198-4300

 

Para acompanhar as notícias do Poder Judiciário, siga o nosso Twitter e curta nossa página no Facebook.

aspas É permitida a reprodução do conteúdo publicado neste espaço, desde que citada a fonte.aspas2