Portal do Poder Judiciário do Estado do Maranhão

BG Comunicados
Clique para fechar

DIRETORIA FINANCEIRA INFORMA PROBLEMAS OPERACIONAIS REFERENTES A ENVIO DE ARQUIVOS DE ORDENS BANCÁRIAS

A Diretoria Financeira informa que os arquivos de ordens bancárias dos dias 08.10 e 11.10.2018 não foram enviados para processamento bancário, em virtude de problemas operacionais da "rotina batch". A situação está sendo analisada pelo Serviço Federal de Processamento de Dados (SERPRO) e afetou as ordens bancárias emitidas por todos os Órgãos e Secretaria do Governo do Estado que utilizam o sistema SIAFEM. A orientação da Contadoria Geral do Estado é aguardar a solução do problema pela empresa SERPRO.

Busca ▼
Servidores treinados receberam homenagem do presidente do TJMA, desembargador José Joaquim Figueiredo (Foto: Ribamar Pinheiro)

Servidores treinados receberam homenagem do presidente do TJMA, desembargador José Joaquim Figueiredo (Foto: Ribamar Pinheiro)

SISTEMA | Mais 300 juízes e servidores do TJMA são treinados para utilização do BNMP

17
ABR
2018

13:58

A Escola Superior da Magistratura do Poder Judiciário do Maranhão, por solicitação do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), implantou treinamento a distância com 250 vagas para servidores e magistrados que utilizarão a plataforma digital do Banco Nacional de Monitoramento de Prisões (BNMP 2.0).

A primeira turma, com 150 inscritos, conclui nesta terça-feira (17) as ações de capacitação. O segundo grupo, formado por 150 servidores e magistrados, participará do treinamento de 17 a 24 de abril.

A medida visa apresentar a ferramenta digital e planejar a implantação no Judiciário maranhense. Conforme cronograma do CNJ, o BNMP 2.0 deverá ser operado a partir de 31 de maio em todo o país.

Outros 62 servidores e estagiários do Poder Judiciário e da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEAP), que trabalharam no cadastramento do BNMP 2.0, foram treinados em cursos presenciais realizados no TJMA com o apoio do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Os participantes receberam homenagem e menção de elogio do presidente do Tribunal, desembargador José Joaquim Figueiredo dos Anjos.

VIDEOAULAS - As aulas estão disponíveis na plataforma de Educação a Distância (EaD-ESMAM). A duração é de 10 horas, com certificação pela escola judicial.

O coordenador pedagógico da escola judicial, Tamer Heluy, explica que o material, com metodologia autoinstrucional, é composto por 12 vídeos didáticos (tutoriais) organizados a partir de orientações do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

As videoaulas explicam os procedimentos para quem acessa o sistema pela primeira vez, orientações sobre como se assinam e cadastram as peças processuais, o que fazer em caso de libertação da pessoa presa (alvará de soltura ou ordem de liberação), e outras situações pertinentes a quem cumpre pena.

PRESENCIAL - Durante o mês de março, três turmas de servidores foram contempladas com a mesma capacitação na modalidade presencial. Mais três cursos sobre o sistema foram ofertados em São Luís, nos dias 2, 6 e 9 de abril.

Desenvolvido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o sistema abrigará os dados pessoais e processuais das pessoas presas no Brasil. Esta nova versão vai permitir, além do monitoramento das ordens de prisão expedidas pelo Judiciário estadual, o controle do cumprimento das ordens de prisão e soltura em âmbito nacional e em tempo real, permitindo a criação de um Cadastro Nacional de Presos.

 

Assessoria de Comunicação do TJMA

(asscom@tjma.jus.br)

(98) 3235 3231 (ESMAM) 

Para acompanhar as notícias do Poder Judiciário, siga o nosso Twitter e curta nossa página no Facebook.

aspas É permitida a reprodução do conteúdo publicado neste espaço, desde que citada a fonte.aspas2