Portal do Poder Judiciário do Estado do Maranhão

BG Comunicados
Clique para fechar

Atendimento ao público suspenso na Unidade de Monitoramento Carcerário do Tribunal de Justiça (UMF/TJMA)

A Unidade de Monitoramento Carcerário (UMF/TJMA) informa que está suspenso o atendimento ao público até o dia 21 de setembro. O motivo é a reforma predial que está ocorrendo na sede da UMF/TJMA localizada na Rua do Egito, nº 351, Centro, São Luís.

Busca ▼
BNMP 2.0 está sendo implantado em todo o país. Foto: Agência CNJ de Notícias

BNMP 2.0 está sendo implantado em todo o país. Foto: Agência CNJ de Notícias

CAPACITAÇÃO | Abertas as inscrições para servidores no treinamento sobre o BNMP 2.0

13
MAR
2018

14:25

Já podem ser feitas no sistema Tutor, até o dia 21 de março, as inscrições de servidores para o treinamento sobre o BNMP versão 2.0, novo programa desenvolvido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para padronização e controle nacional de ordens judiciais no âmbito penal.

A capacitação será realizada no dia 23 de março, das 8h às 18h, no Salão de Casamento I do Fórum Des. Sarney Costa em São Luís, no Calhau, sob a coordenação da juíza auxiliar da Presidência do Tribunal de Justiça do Maranhão, Lidiane Melo de Sousa.

Os participantes do treinamento conhecerão a teoria e prática para utilização do programa Banco Nacional de Monitoramento de Prisões (BNMP versão 2.0), desenvolvido pelo CNJ, com base em sugestões e informações de magistrados estaduais de todo o país.

Pelo sistema, atos como mandados de prisão e alvarás de soltura terão uma numeração única nacional, o que permitirá o acesso do magistrado a um Cadastro Nacional de Presos e ter informações completas dos casos e dos presos.

O presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, desembargador José Joaquim Figueiredo dos Anjos, afirmou que é muito importante a capacitação “que atende aos interesses do Poder Judiciário e permite um controle mais preciso e aprimorado de prisões”.

O Banco Nacional de Monitoramento de Prisões possibilita o registro e a consulta de informações sobre mandados de prisão e alvarás de soltura, com monitoramento das ordens de prisão expedidas pelo Judiciário e controle do cumprimento de mandados em âmbito nacional e em tempo real, permitindo, assim, a criação de um Cadastro Nacional de Presos. Para o CNJ, o Cadastro Nacional trará mais segurança para a sociedade e eficiência para o Judiciário, já que todas as informações sobre pessoas procuradas pela Justiça ou presas em Estados diversos estarão, agora, integradas.

 

Assessorida de Comunicação do TJMA

asscom@tjma.jus.br

(98) 3198-4300
 

Para acompanhar as notícias do Poder Judiciário, siga o nosso Twitter e curta nossa página no Facebook.

aspas É permitida a reprodução do conteúdo publicado neste espaço, desde que citada a fonte.aspas2