Portal do Poder Judiciário do Estado do Maranhão

BG Comunicados
Clique para fechar

Atendimento ao público suspenso na Unidade de Monitoramento Carcerário do Tribunal de Justiça (UMF/TJMA)

A Unidade de Monitoramento Carcerário (UMF/TJMA) informa que está suspenso o atendimento ao público até o dia 21 de setembro. O motivo é a reforma predial que está ocorrendo na sede da UMF/TJMA localizada na Rua do Egito, nº 351, Centro, São Luís.

Busca ▼
Presidente do TJMA defende métodos alternativos para reduzir litígios na Justiça (Foto: Ribamar Pinheiro)

Presidente do TJMA defende métodos alternativos para reduzir litígios na Justiça (Foto: Ribamar Pinheiro)

CONCILIAÇÃO | Presidente do TJMA defende métodos alternativos para reduzir litígios na Justiça

03
JAN
2018

14:38

O presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), desembargador Joaquim Figueiredo do Anjos, garantiu que o Poder Judiciário do Maranhão – por meio do Núcleo de Solução de Conflitos – continuará trabalhando no sentido de reduzir a litigiosidade utilizando os mecanismos de conciliação, para ele uma iniciativa válida e importante.

“Diante de uma demanda processual altíssima, faz-se necessário positivar o instituto da conciliação, para que a resolução consensual seja priorizada. Para isso, o Tribunal de Justiça dará apoio incondicional ao Núcleo de Solução de Conflitos, que com ações práticas e efetivas vem contendo o ímpeto de litigiosidade no Estado”, frisou.

Para o desembargador, o ganho social com os métodos alternativos de resolução de litígios é muito grande. “Não mediremos esforços em prol da composição amigável para viabilizar a superação de litígios, que ao serem resolvidos possibilitam que outros processos possam ser analisados e julgados, desafogando o Poder Judiciário”, pontuou o presidente do TJMA.

NÚCLEO – Além das normas do novo Código de Processo Civil (CPC), o trabalho do Núcleo de Solução de Conflitos do TJMA alinha-se às recomendações estabelecidas pela Resolução nº 125 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) – que institui a Política Nacional de Conciliação.

Nos últimos anos, o Núcleo vem alcançando marcas expressivas na homologação de acordos, assegurando a solução de um número significativo de conflitos por meio do consenso entre as partes.

O trabalho consiste num esforço conjunto com órgãos parceiros para mostrar a importância da conciliação como instrumento de pacificação social e a superioridade das soluções alcançadas pelas próprias partes, no confronto com aquelas que resultam de decisão adjudicada pelo Estado.

Assessoria de Comunicação do TJMA

asscom@tjma.jus.br

(98) 3198.4370

Para acompanhar as notícias do Poder Judiciário, siga o nosso Twitter e curta nossa página no Facebook.

aspas É permitida a reprodução do conteúdo publicado neste espaço, desde que citada a fonte.aspas2