TJMA implanta escritório de gerenciamento de projetos 

O escritório será responsável em dar continuidade ao projeto de modernização do Judiciário
17/05/2022
Danielle Limeira

Para alcançar resultados efetivos e garantir a continuidade do projeto de modernização da gestão administrativa do Poder Judiciário, iniciado em maio de 2021, o Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) deu o kick off (pontapé inicial), para a implantação do Escritório de Gerenciamento de Projetos estratégicos (EGP), nesta terça-feira (17). 

O objetivo do EGP é dar prosseguimento às atividades de revisão do planejamento estratégico e fortalecer as iniciativas do Projeto de Modernização da Gestão Administrativa com foco em celeridade, eficiência e resultados, organizados e co-gerenciados pela Empresa Falconi. Para isso, o Tribunal instituiu pilares para a estruturação dos projetos nas fases de revisão do planejamento e implementação, são eles: capacitação, método de trabalho, padrões, boas práticas, tecnologia, comunicação e sustentabilidade.

Durante a abertura do Kick Off, o presidente do TJMA, desembargador Paulo Velten falou, por videoconferência, do dever do Tribunal em dar continuidade aos projetos iniciados na gestão anterior, do ex-presidente Lourival Serejo, como garantia da impessoalidade na administração pública e para que o Tribunal avance no seu dever como instituição democrática na prestação de um melhor serviço à população.

“O ponto de partida sinaliza que temos que trabalhar com foco e resolutividade, que é um dos nossos eixos temáticos de gestão. São 43 projetos que foram muito bem alinhavados e desenhados, entre eles, 18 que serão tocados pelo escritório de projetos e 25 por seus líderes. O que vamos fazer agora precisa ser um pouco mais, vamos para o operacional. É arregaçarmos as mangas e tocarmos o trabalho”, disparou o presidente.

Entre outras responsabilidade, o Escritório de Projetos deverá garantir a aplicação da metodologia de gerenciamento dos projetos do TJMA; apoiar os gerentes de projetos em todas as fases do projeto; garantir o controle de todos os projetos da organização; avaliar causas sistêmicas de desvios dos projetos e propor soluções; apoiar o Gerente de Projeto na elaboração e atualização do cronograma; apoiar o Gerente de Projeto na gestão de riscos e consolidar lições aprendidas dos projetos.

O coordenador do planejamento estratégico do TJMA, juiz Márcio Brandão, ressaltou que todos os projetos estão em consonância com os eixos da gestão do Biênio 2022/2024, destacando entre eles, o princípio da Governança, e normatizados pela Resolução TJMA nº 44/2021.

Márcio Brandão destacou, ainda, a importância da atuação da Corregedoria Geral da Justiça para obter o êxito no desenvolvimento dos projetos. “O corregedor geral da Justiça, desembargador Froz Sobrinho, é responsável (sponser) por projetos da Justiça de Primeiro Grau, os quais, a juíza Tereza Nina exerce liderança. A atuação efetiva da Corregedoria demonstra que a Mesa Diretora do Judiciário é coesa, harmônica e uníssona na execução do planejamento estratégico da instituição”, afirmou.

O Escritório de Projetos foi apresentado pelo consultor da Falconi, Lucas Matos. Estavam presentes na reunião de implantação, a desembargadora Sônia Amaral; o desembargador José Gonçalo de Sousa Filho (videoconferência), a juíza Tereza Nina (Planejamento Estratégico da CGJ-MA); o juiz Marcelo Oka (videoconferência) e os líderes e as líderes dos projetos estratégicos do Poder Judiciário.

CONTEXTUALIZAÇÃO

Em maio de 2021, a Falconi iniciou no TJMA o projeto de Modernização da Gestão Administrativa com foco em celeridade, eficiência e resultados, o qual visava atender a demanda da alta administração do tribunal em relação à revisão do Planejamento Estratégico, à implementação da Gestão de Riscos, Compliance, bem como a melhoria da eficiência financeira em receitas e despesas do tribunal.

Inicialmente foi priorizado a revisão do Planejamento Estratégico do TJMA, para uma visão 2021-2026 para promover o alinhamento das estratégias e projetos prioritários aos objetivos do mapa estratégico e conectá-las com os macrodesafios do CNJ.

Com esses norteadores definidos, foram identificadas melhorias através da eficientização da arrecadação e de seus processos de trabalho, bem como a otimização das despesas correntes das Diretorias e Comarcas do TJMA. Para tanto, foram mapeadas as oportunidades e planejadas ações de melhorias nas estruturas de trabalho, sistemas, pessoas e processos que alavanquem os principais resultados. 

Por fim foi estruturada a Gestão de Risco e Compliance, com o objetivo de mitigar os riscos institucionais e operacionais do TJMA.

Inplantação do Escritório de Gernciamento de Projetos do TJMA

Agência TJMA de Notícias
asscom@tjma.jus.br
(98)3198-4370

GALERIA DE FOTOS