Judiciário e municípios viabilizam pontos de inclusão digital da Justiça

PROJETO 'JUSTIÇA DE TODOS' PROMOVE ACESSO À JUSTIÇA

23/09/2022
Helena Barbosa

O Projeto “Justiça de Todos”, que viabiliza pontos de inclusão digital em cidades onde não há fóruns judiciais, chegou às cidades de Nova Iorque e Benedito Leite, termos judiciários das comarcas de Pastos Bons e São Domingos do Azeitão, no Maranhão, respectivamente. Ao todo, 31 salas de acesso virtual à Justiça já foram instaladas pela Corregedoria Geral da Justiça do Maranhão (CGJ-MA) no Estado.

O projeto beneficia cidadãos de termos judiciário com a instalação das salas informatizadas para acesso virtual aos serviços forenses, por meio de parceria institucional da Corregedoria Geral da Justiça do Maranhão (CGJ-MA) com as prefeituras municipais dos termos judiciários beneficiados. 

Nessas salas, os usuários da Justiça poderão dispor dos serviços judiciários como o “Balcão Virtual”, participar de audiências por videoconferência e entrar em contato com os integrantes do Judiciário, Ministério Público, Defensoria Pública e OAB.

A entrega das unidades foi feita pelo corregedor-geral da Justiça, desembargador Froz Sobrinho, na companhia da juíza Tereza Palhares Nina, coordenadora do projeto, e do juiz de direito Adriano Lima Pinheiro, titular da Comarca de Pastos Bons, que responde pela Comarca de São Domingos do Azeitão, e dos prefeitos municipais Daniel Franco de Castro (Nova Iorque) e Ramon Carvalho de Barros (Benedito Leite).

O desembargador José Gonçalo Filho (TJMA) estava presente à inauguração em Nova Iorque, e o procurador do município, Vinicius Cortez, em Benedito Leite.

As autoridades assinaram um Termo de Cooperação Técnica que viabilizou a dotação de espaços físicos, móveis e equipamentos de informática que permitem o acesso virtual aos serviços judiciários oferecidos pelos fóruns de Pastos Bons e São Domingos do Azeitão, que ficam localizados a 16km e 52 km de distância, respectivamente.

O corregedor-geral da Justiça falou aos moradores presentes destacando os benefícios da parceria que possibilitou a inclusão digital para os moradores dos termos judiciários beneficiados, com a vantagem de não mais precisarem se deslocar até a sede das comarcas, para a prática de atos que podem ser realizados de forma virtual, nas salas do projeto.

Sala do Projeto "Justiça de Todos" em Nova Iorque.

O gestor que estiver interessado em dotar o município de um ponto de inclusão digital poderá aderir ao projeto por meio de um formulário disponibilizado na internet, na página da CGJ-MA na internet: 

Formulário de adesão ao Projeto Justiça de Todos

Assessoria de Comunicação

Corregedoria Geral da Justiça

asscom_cgj@tjma.jus.br

GALERIA DE FOTOS

Corregedoria

ÚLTIMAS NOTÍCIAS ver mais


NOTÍCIAS RELACIONADAS