Portal do Poder Judiciário do Estado do Maranhão

BG Comunicados
Busca ▼
Lançamento foi realizado no Palácio Cristo Rei (UFMA) - Foto: Ribamar Pinheiro

Lançamento foi realizado no Palácio Cristo Rei (UFMA) - Foto: Ribamar Pinheiro

RECONHECIMENTO | Livro em homenagem ao professor Agostinho Ramalho é lançado pelo TJMA

07
SET
2019

14:38

A obra “Direitos Humanos e Sistemas de Justiça: estudos em homenagem ao professor Agostinho Ramalho Marques Neto" foi lançada durante sessão de autógrafos organizada pelo Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) e Escola Superior da Magistratura (ESMAM), na sexta-feira (6).

Familiares e amigos do homenageado, além de autoridades intelectuais, magistrados, pesquisadores, juristas, escritores e acadêmicos prestigiaram o evento, realizado no Palácio Cristo Rei, onde o professor iniciou a sua trajetória profissional, nos anos 70.

A obra, idealizada pelo desembargador Froz Sobrinho, diretor da ESMAM, é uma homenagem à vasta experiência nas áreas do Direito, Filosofia e Psicanálise e às inúmeras realizações de Agostinho Ramalho. Tem apresentação do desembargador José Joaquim Figueiredo dos Anjos, presidente do TJMA, e prefácio do jurista Jacinto Nelson de Miranda Coutinho.

Ramalho Marques é conhecido nacionalmente por sua trajetória e produção acadêmicas como professor-mestre (aposentado) da UFMA, nas áreas de Filosofia do Direito e Filosofia Política. Psicanalista, autor, membro da Academia Maranhense de Letras e um dos fundadores do Núcleo de Direito e Psicanálise do Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade Federal do Paraná, tendo sido reconhecido com título de “notório saber”, outorgado pela Universidade do Pará (2018).

PROFICIÊNCIA

Durante o evento de lançamento, Miranda Coutinho enalteceu a capacidade do professor de aglutinar conhecimento, percebendo como poucos o lugar dos campos. “É nesse entre-campos que ele é forte e imbatível. Afinal não é fácil – e nem simples – ao mesmo tempo falar de Direito, Filosofia e Psicanálise. Mas ele o faz com proficiência”, disse.

Para a reitora da UFMA, Nair Portela, a múltipla homenagem é um gesto de sensibilidade, com contribuições vindas de várias regiões e de países ibéricos, que se afinam em pontos de convergência e coerência “numa troca de muitos olhares, para traduzir o pensamento de um mestre que é referência para todos”.

O governador do Maranhão, Flávio Dino, prestigiou o evento e falou da relação de amizade que mantém com Agostinho, iniciada à época em que foi seu aluno na UFMA. “Ele integra o panteão maranhense e recebe, em vida, justo reconhecimento”.

Emocionado, Marques classificou a coletânea como um passeio por diversos saberes. “Reúne diversos lugares de fala, sem ser, no entanto, uma Babel. Tem um eixo: a questão dos direitos humanos, tratada na expressão jurídica e ética, uma cláusula pétrea”, descreveu.

O desembargador Froz Sobrinho falou sobre as etapas de produção da obra e destacou a influência dele na sua formação acadêmica e de tantos outros magistrados ali presentes. “Somos gratos e faremos eternamente parte da escola oculta dos alunos do professor Agostinho Ramalho Marques Neto, que tanto orgulha o povo maranhense”, finalizou.

O LIVRO-HOMENAGEM

Organizado pelos autores Márcio Aleandro Correia Teixeira, Ariston Chagas Apoliano Júnior e Marcelo de Carvalho Lima, o livro conta com a participação de renomados juristas, magistrados, escritores e estudiosos do tema, no Brasil, Espanha e Portugal. As contribuições variam de poesia concreta a textos formais.

Temas atuais e complexo foram elencados por 60 articulistas - entre esses o próprio homenageado - no âmbito da garantia dos direitos humanos, como o sistema prisional brasileiro, violência de gênero, políticas públicas judiciárias, limites à atuação do juiz, corrupção, ética, política e a judicilialização da vida; além de assuntos inovadores como o princípio da afetividade, relação entre direito e psicanálise, presunção de inocência, justiça restaurativa e biotecnologia.

A primeira edição da obra, elaborada em dois volumes (48 capítulos) pelas editoras da Universidade Federal do Maranhão e da ESMAM, foi distribuída aos convidados, bibliotecas públicas e instituições de ensino superior gratuitamente, mas está disponível em versão eletrônica através de QR-CODE e, em breve, para compra nas livrarias, em novo formato gráfico.

(VEJA O ALBÚM DE FOTOS ABAIXO)

Fotos: Ribamar Pinheiro

 

Comunicação ESMAM
(esmam@tjma.jus.br)
(98) 3235 3231


 

aspas É permitida a reprodução do conteúdo publicado neste espaço, desde que citada a fonte.aspas2