Portal do Poder Judiciário do Estado do Maranhão

BG Comunicados
Clique para fechar

ARQUIVO DA CGJ NÃO TERÁ EXPEDIENTE DE 21 A 23 DE JANEIRO

Em virtude de uma infestação de ratos, será realizada, de 21 a 23 de janeiro de 2020, uma dedetização de urgência no prédio da Divisão de Gestão e Controle Documental localizado no Parque Pindorama, de acordo com o processo de nº 2649/2020 TJMA. Por causa dessa atividade, nas datas, não haverá expediente na referida unidade.    

Busca ▼
Ilustração

Ilustração

DIGITALIZAR JÁ | Mais de 30 mil processos físicos já foram digitalizados e migrados para o PJe

14
JAN
2020

12:31

Segundo relatório da Assessoria de Informática da Corregedoria atualizado até esta segunda-feira (13), o total de 30.018 processos em papel passaram a tramitar eletronicamente por meio do sistema Processo Judicial Eletrônico (PJe), após a digitalização dos autos. Em todo o Poder Judiciário do Maranhão, 157 unidades judiciais de 1º Grau já iniciaram a digitalização de processos físicos, aumentando a eficiência e celeridade processual.

Desde o início do projeto - no final do mês de julho deste ano -, servidores dos 12 polos judiciais e quase 100 comarcas receberam o treinamento e a apresentação da Campanha Sou Amigo do Judiciário. Além disso, foram instaladas cinco Centrais de Digitalização, nas comarcas de Timon, São Luís, Bacabal, Vitorino Freire e Pinheiro.

Com mais de 30 mil processos digitalizados e migrados para o PJe em várias comarcas de todo o Estado por meio do projeto, em São Luís a Central já concluiu a virtualização de processos da 2ª, 3ª, 4ª, 9ª, 10ª, 11ª, 13ª, 15ª e 16ª Varas Cíveis da capital.

A Central de Digitalização funciona desde setembro de 2019, com o trabalho de 27 servidores do Judiciário que atuam na migração dos processos, com o apoio de 8 agentes da Polícia Militar e 10 reeducandas do sistema prisional, que atuam na higienização e digitalização dos processos.

Para o corregedor-geral da Justiça, desembargador Marcelo Carvalho Silva, o resultado demonstra que é possível ao Poder Judiciário realizar a virtualização das unidades a baixo custo, contribuindo com a modernização dos serviços e ampliando a eficiência. “Esperamos alcançar um resultado expressivo com a digitalização, que é um caminho para melhorar a qualidade e eficiência dos serviços prestados à sociedade, além de aumentar a celeridade e outras vantagens”, observa.

VIRTUALIZAÇÃO - O projeto “Digitalizar Já” foi instituído pelo Poder Judiciário por meio das Portarias Conjuntas N° 15/2019 e N° 16/2019, assinadas pelo presidente do TJMA, desembargador José Joaquim Figueiredo dos Anjos, e pelo corregedor-geral da Justiça. A medida objetiva dar continuidade ao processo de modernização do Poder Judiciário, por meio da digitalização de processos físicos e sua migração do sistema Themis PG3 para o Processo Judicial Eletrônico (PJe), transformando o acervo físico em digital, para que passem a tramitar de forma exclusivamente eletrônica, agilizando o acesso e consulta a juízes, servidores e partes.

 

Assessoria de Comunicação

Corregedoria Geral da Justiça

asscom_cgj@tjma.jus.br

(98) 3198-4624

Para acompanhar as notícias do Poder Judiciário, siga o nosso Twitter e curta nossa página no Facebook.

aspas É permitida a reprodução do conteúdo publicado neste espaço, desde que citada a fonte.aspas2