Portal do Poder Judiciário do Estado do Maranhão

BG Comunicados
Busca ▼
Curso de capacitação oferecido a vinte policiais militares que atuarão no Projeto Capitães da Areia.

Curso de capacitação oferecido a vinte policiais militares que atuarão no Projeto Capitães da Areia.

DIGNIDADE | Comarca de Timon capacita policiais para atuarem em projeto em favor de adolescentes

31
MAI
2019

15:37

Encerrou nesta sexta-feira (31), no fórum de Timon, o curso de capacitação oferecido a vinte policiais militares que atuarão no Projeto Capitães da Areia, de iniciativa do juiz Simeão Pereira e Silva, da Vara da Infância e Juventude, e do Tenente-Coronel Valtemar Ribeiro, comandante do 11° Batalhão da Polícia Militar do município.

O Projeto Capitães da Areia, inspirado na obra do escritor baiano Jorge Amado, objetiva o empoderamento e a efetividade das medidas socioeducativas em meio aberto (liberdade assistida/prestação de serviços à comunidade) e de semiliberdade, aplicadas a adolescentes em conflito com a lei pela Vara da Infância e Juventude da comarca de Timon, cuja execução é realizada pelo Centro de Referência Especializado da Assistência Social-Creas e Fundação da Criança e do Adolescente -FUNAC.

Na grade do curso, certificado pela Diretoria de Ensino da Polícia Militar, foram abordados temas como habilidades socioemocionais e relações interpessoais na formação policial, pelo Major Tiago Castelo Branco Ribeiro, da Polícia Militar do Piauí; direitos e garantias de crianças e adolescentes previstos no ECA, pelo Promotor de Justiça Eduardo Borges Oliveira; as comunidades terapêuticas e o tratamento de dependentes químicos, pelo pastor José Gouveia de Oliveira, da Casa do Oleiro, de Teresina-Pi; e práticas restaurativas no sistema socioeducativo, pela assistente social Alexandrina Abreu, da Funac.

No último dia do curso, coordenado pela comissária de justiça Juliana Mendes e pela assistente social Helayne Moura, da equipe multidisciplinar da Vara da Infância, e a assistente social Katiúscia Lima, da equipe técnica do Creas de Timon e da Casa de Semiliberdade, foi elaborado o plano de ação coletiva, definidos o cronograma e as atividades específicas que serão desenvolvidas.

PMMA - A atuação dos militares integrantes do projeto, de acordo com as habilidades profissionais e individuais de cada policial, foi dividida em três eixos. No eixo comunicação, definiu-se, como estímulo à leitura, atividades focadas no tema "meus versos, minha vida", realização de rodas de conversas com os adolescentes e suas famílias, atividades teatrais, oficina de música, círculos de leituras, saraus de poesia.

No eixo esporte, cultura e lazer, o objetivo é de que os adolescentes compreendam o esporte como atividade física mediadora de mudança de vida, de transformação pessoal e social; identificar habilidades pessoais, afastando-os do uso de substâncias entorpecentes; participação em competições esportivas municipais.

Já no eixo profissionalização, primeiramente será oferecido curso de fotografia, de forma crítica, ética e criativa; oficina de automaquiaquim às adolescentes, valorizando a autoestima; estimulo à escolarização, profissional e curso de fabricação de salgados aos adolescentes maiores de 14 anos. Os cursos contam com parceria do CMDCA e o Centro Artístico Operário Timonense. “O objetivo é atuar de forma a propiciar a geração de renda, mas privilegiando a frequência e o rendimento escolar”, avalia o juiz Simeão Pereira.

PROJETO – Os militares que voluntariamente participarão do projeto têm formação profissional em diferentes áreas do conhecimento e habilidades profissionais diversas, como educador físico, pedadogo, formadores do Proed, instrutores de zumba, dentre outros. Eles atuarão em colaboração com os órgãos gestores socioeducativos, no acompanhamento e orientação dos adolescentes durante o tempo da execução da medida socioeducativa aplicada.

O curso teve ainda a participação de servidores representando as instituições dos Sistemas de Justiça e de Garantias, como Ministério Público, Defensoria Pública, Delegacia do Adolescente Infrator, Conselho Tutelar, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, Centros de Internação Provisória e de Semiliberdade, Secretarias Municipais da Educação, Saúde, Trabalho, Ação Social, Esportes, conselheiros comunitários do Programa Pacto pela Paz e agentes dos movimentos sociais.

 

Assessoria de Comunicação

Corregedoria Geral da Justiça do Maranhão

asscom_cgj@tjma.jus.br

www.facebook.com/cgjma

Para acompanhar as notícias do Poder Judiciário, siga o nosso Twitter e curta nossa página no Facebook.

aspas É permitida a reprodução do conteúdo publicado neste espaço, desde que citada a fonte.aspas2