Portal do Poder Judiciário do Estado do Maranhão

BG Comunicados
Busca ▼

Fórum e Hemomar fazem parceria para doação de sangue no “Outubro Rosa”

11
AGO
2017

14:34

O Fórum Desembargador Sarney Costa (Calhau) e o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Estado (Hemomar) promoverão, por ocasião da campanha “Outubro Rosa”, série de eventos destinados a refletir sobre o câncer de mama, um dia para a coleta de sangue de magistrados e servidores do Fórum, cuja data foi previamente designada para 20 de outubro. Nessa data um caminhão do Hemomar, do tipo baú, devidamente equipado com funcionários e aparelhos, ficará estacionado no pátio interno do Fórum, para coletar o sangue dos interessados.

A ação do Hemomar, no entanto, depende do grau de receptividade dos magistrados e servidores. A Divisão Médica do Fórum de São Luís está disponibilizando um formulário, em que os interessados deverão preencher um cadastro com dados pessoais, endereço de e-mail e telefone de contato. As fichas depois serão encaminhados ao Hemomar, para análise e triagem. Para que seja viabilizada a doação de sangue é preciso que haja pelo menos 80 cadastros aprovados.

O sangue coletado ficará armazenado nos frezers do Hemomar e poderá ser utilizado pelos magistrados e servidores do Fórum e seus familiares, em eventual necessidade. O doador de sangue tem direito assegurado por lei a um dia de folga do trabalho.

Para doar, não basta apenas querer. É preciso cumprir alguns requisitos do Ministério da Saúde, que visam a garantir a proteção do doador e dar segurança para quem vai receber o sangue. Entre outras coisas, precisa estar bem de saúde, ter entre 18 e 65 anos e pesar mais de 50 quilos. Não pode ficar em jejum e deve evitar alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação.

Ficam impedidos de doar, temporariamente, quem estiver com febre, gripe ou resfriado, gestante, quem teve parto (normal – 90 dias; cesariana, 180 dias), quem faz uso de medicamentos e pessoas que adotaram comportamento de risco, para doenças sexualmente transmissíveis.

Também fica impedido por determinados períodos quem passou por procedimento cirúrgico (incluindo extração dentária), ingeriu bebida alcoólica no dia da doação, recebeu transfusão de sangue (prazo de 1 ano), fez tatuagem (1 ano), ou recebeu vacina (o prazo de impedimento depende do tipo da vacina). Os intervalos de doação variam entre homem e mulher. O doador homem deve observar a carência de dois meses entre as doações e pode fazer até 4 doações por ano. A mulher deve observar a carência de 90 dias, podendo fazer 3 doações ao ano.

O chefe da Divisão Médica e Odontológica do Fórum, Marcondes Filho, elogiou a parceria entre Fórum e Hemomar, por entender que é preciso criar uma cultura de doação de sangue nas instituições. “O sangue é um dos poucos insumos que não se podem produzir artificialmente”. Para ele, existe a necessidade de se organizar um núcleo de doadores regulares no Fórum, que pode ser acessado, principalmente, em caso de necessidade. Segundo ele, a doação de sangue no Brasil é baixa, porque se tem poucos doadores regulares e mais ocasionais - aqueles que doam o sangue apenas em caso de necessidade. “É preciso estimular o hábito de doar sangue”.

Magistrados e servidores do Fórum de São Luís podem acessar o formulário do cadastro de doador, na intranet do Fórum. Demais magistrados e servidores podem obter informações sobre como se cadastrar, ligando para os telefones (98) 3194-5632 (Divisão Médica do Fórum) e 3194-5831 (Fórum Cultural).

 

Nonato Reis

Assessoria de Comunicação

Núcleo do Fórum de São Luís

ascomforumsaoluis@gmail.com

Para acompanhar as notícias do Poder Judiciário, curta nossa página no Facebook.

aspas É permitida a reprodução do conteúdo publicado neste espaço, desde que citada a fonte.aspas2